visitas Temáticas

O Serviço Educativo tem por missão apoiar os visitantes, escolares e não escolares, na descoberta das coleções do museu, privilegiando duas orientações: o desenvolvimento de competências e a promoção da capacidade criativa e crítica dos seus públicos. Neste sentido, cabe ao Serviço Educativo organizar visitas orientadas com exploração pedagógica, atendendo à diversidade de públicos, conceber e estruturar diferentes itinerários culturais que, cruzando patrimónios identitários diferenciados, promovam uma melhor compreensão da história e cultura da cidade.

 

 

O SAPATO MAIS FAMOSO DO MUNDO

O Museu do Calçado abre o seu percurso expositivo com o sapato mais famoso do mundo, o da Cinderela. Partindo do conto tradicional e com a ajuda de um guia caracterizado, os mais pequenos vão descobrir o maravilhoso processo de fabrico de um sapato e conhecer muitos sapatos ao longo da história da humanidade.

Público - Pré-escolar

 

O OFÍCIO DO SAPATEIRO

O processo de fabrico do calçado teve uma grande transformação ao longo do século XX. Esta visita pretende colocar em diálogo o modo de fazer tradicional do ofício de sapateiro e a produção industrial e a sua evolução.

Público - Idade superior a 16 anos

 

HISTÓRIAS DE UMA PASSADEIRA VERMELHA

Do Túnel do Tempo à coleção de Sapatos Notáveis há histórias únicas e irrepetíveis. Do salto vermelho criado por Louis XIV ao tacão agulha de Manuela Azevedo, venha conhecer sapatos com histórias para contar.

Público - Ensino secundário, profissional e superior

 

O QUE É NACIONAL…

Esta visita concentra-se fundamentalmente na história do calçado e do design em Portugal. Fique a conhecer as técnicas tradicionais de fabrico, as regiões de produção, o calçado dos trajes regionais, a realidade da produção nacional, bem como, os designers portugueses mais consagrados. Aprofunde o seu conhecimento sobre a evolução deste sector que se destaca no panorama nacional.

Público - Ensino secundário, ensino profissional, ensino superior, público geral

 

EU ÍA PARA A ESCOLA DESCALÇO

Um dia, não há muito tempo, um senhor, filho de um antigo tamanqueiro, visitou o Museu do Calçado. Contou-nos que quando chegou à escola, no primeiro dia, era o único que tinha sapatos. Tirou os tamanquitos, guardou-os na sacola e foi para aula descalço, como todos os outros. Está lançado o mote para uma visita aos espaços do Ofício de Sapateiro e da Produção Industrial. Esta "visita-diálogo" baseia-se na partilha de histórias e experiências relacionadas com o calçado.

Público - Sénior 

2